03 maio 2005

Namoros

Sempre afirmei que não me meteria na vida sentimental dos meus piolhos. Os meus pais nunca aprovaram os namorados que descobriram, não sancionaram o marido, o número de filhos, a profissão. Assim decidimos, com o maridão, não nos metermos nos assuntos do coração dos nossos filhotes.
Mas...é muito difícil...mesmo muito.
Ao longo dos anos os filhotes têm-nos apresentado namoricos e namorados. Nada sério.
Mas... a filha mais velha tem um mesmo rapazinho já há um ano. Isto começa a preocupar os velhotes. Bem, rapazinho é como quem diz. O mocetão tem 22 anos.
22 anos muito lentos. Cá em casa recebeu o cognome de "Alentejano". Não por ser oriundo das planícies do sul, mas por parecer que se desloca em câmara lenta.
Até ao meu banal "Como estás?" responde sempre "Vaaiii-se andaandoo". Já lhe retorqui, com alguma maldade confesso, e ainda não chegaste lá? Não, parece que os neurónios dele também são condizentes...
Com esta idade não faz nada. Não estuda (faltam-lhe 2 disciplinas do 12º ano), não trabalha e os "amantíssimos" pais continuam a mantê-lo, a dar-lhe mesada e a emprestar o carrito.
Não era bem isto que eu queria para a minha pequenita mais velha... Ela sempre foi boa aluna, praticou atletismo com êxito, gosta de ler, de cinema...
Ele a última coisa que deve ter lido foram as legendas do Sangoku e filmes é só de pancadaria e afins...
Esta parte até nem é mal porque voltámos a ir ao cinema as duas, quando o paizão não pode e o filme não faz o género do meu projecto de genro...
Em resumo: mãe coruja...mãe galinha...eu? nããã...

8 comentários:

Tão só, um pai disse...

Minha querida eva,

Não há pai mais parvo pela filha do que eu ... entre todos os pais ... e só de pensar nos futuros e hipotéticos namoricos dela, fico com as mãos suadas e não consigo admitir q'a piquena vai ter namorados ... ora ...

Bom, mas uma coisa é certa, quanto mais tentares impedir esse namorico, mais ela imbica para ele ... sabes que as moças, nessa idade e até as mais inteligentes, nestas coisas são umas tolas ... só olham para o corpinho ... em abono da verdade ... eles também não olham para muito mais acima do pescoço ("mea culpa") ... por isso ... tem esperança ...

Tão só, um pai disse...

... já percebi ... deve ter sido um desabafo inconsequente ...

Eva Lima disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Eva Lima disse...

pai só,
eu não impeço o namoro, deus me livre, só utilizo comentários venenosos.
A estratégia não está a resultar. Aceitam-se sugestões.

Tão só, um pai disse...

... aqui vai uma sugesão, de quem está por fora.


... a miúda tem 19 anos.

Que tal deixares-te de comentários venenosos e ... deixares passar o tempo. Tendo por cuidado, apenas, não a deixares embarcar num casamento precipitado.
Porque pode ser que seja só o homem certo para agora. Depois, poderá ser, ou não. Muitos namoros, nesta idade, duram anos.

Mas não te esqueças. Muitos zé ninguém são bons pais e maridos de mulheres felizes.

Olha, tenho uma pessoa de família, mulher toda xpto, profissional muito bem sucedida na vida, que escolheu por companhia alguém que, na tua forma de ver, seria um zé ninguém.

São felizes. Mais felizes do que eu. Duas filhas, que ele acompanhou desde o berço, porque a mãe tem trabalho das 7 às 23. Coisas de equilíbrio. Os pais dela desaprovaram, deserdaram, foram namoros às escondidas. O casamento não o foi, porque lá houve uma réstea de bom senso. Hoje, são todos amigos.

Anna^ disse...

Apesar de me ter rido imenso c este teu post achei tb um relato muito terno.
Deixo apenas aqui uma opinião:nestas coisas do coração,especialmente nessasidades,qto mais se pressionam pior.
Qto á qualidade de mãe...junta aí mãe preocupada a tentar disfarçar
bjokas ":o)

Eva Lima disse...

Anna, tb preocupada?

Anna^ disse...

pois Eva...coração de Mãe é assim :)

bjokas ":o)