28 junho 2006

23 junho 2006

Ano lectivo 20005/2006

O ano lectivo acabou. Ponto.
Vamos ao balanço.

No geral, foi o pior ano lectivo da minha vida de mãe. Pois isto de ser mãe não tem só coisa boas.

- A filhota grande não concluiu todas as cadeiras da faculdade. Provavelmente terá que repetir o 2º ano.

- O filhote grande anulou a matrícula do 12º ano. Nunca tinha tido negativas mas este ano começou logo mal. Não se encantou com a Física, juntou-lhe um namoro mal resolvido e foi vê-lo ir por aí a baixo.
Na Páscoa achámos que seria melhor repetir o ano.
Todos me dizem que não é problema de maior repetir um ano, que só tem 18 anos.
Provavelmente é verdade, mas a primeira vez é sempre difícil.

- A filhota mais pequena concluiu com êxito o 2º ano. Foi avaliada com uma bateria de muito bom's. No entender da sua excelente professora é uma aluna interessada, participativa, com uma capacidade muito superior à média, destacando-se pela seu carácter de liderança. (Não sei muito bem o que isto quer dizer: será o seu apurado gosto de mandar e dar opiniôes?)

- O filhote caçula termina o seu primeiro ano de infantário.
Com êxito?

Adaptou-se bem ao novo, sem conflitos de maior. Gostou da educadora e auxiliares.
Para meu espanto não contraiu nenhuma doença das habituais no primeiro ano de frequência escolar. Ao todo faltou 11 dias por viroses sem gravidade.

Eu não gostei!
Não gostei do infantário e reinscrevi-o em dois outros infantários para o próximo ano, um dos quais onde não teve vaga este ano e frequentado pela irmã durante três anos.
Não gostei das instalações e funcionamento. As educadoras (funcionárias do Ministério da Edudação) faltavam imenso, sempre a queixarem-se das condições e da ministra, mas todas as actividades realmente interessantes foram feitas pelas estagiárias. Inclusive não houve festa de fim de ano - o estágio já tinha acabado!
Assim que as estagiárias se foram embora aquilo mais parecia em estaleiro de crianças: tv, jogos sem orientação, dvd's.

Espero sinceramente que entre noutro infantário!


Para o ano há mais!

20 junho 2006

Como cheira bem a minha cidade



Paira sobre Viseu um suave aroma de flor de tília.
Aqui e ali juntam-se-lhe a flor do castanheiro, da laranjeira, do plátano.
Sabe bem passear pela cidade.
Para fazer um chá e não só.

A Feira do livro a não perder de 19/6 a 2/7


O meu pc foi restaurado, remodelado e salvou-se tudo. Obrigada maridão!

13 junho 2006

Estou fora...

... cá dentro.
O meu pc está em estado crítico. O disco rígido entrou em colapso.
Estou em risco de perder as minhas coisinhas todas que não estavam salvaguardadas!
Buá, snif, buáááá...

Estou fora...de mim.

Hasta la vista.

06 junho 2006

Bandeiras há muitas

Bandeiras Nacionais empoleiradas nas janelas, varandas, nos carros, com mastros, com molas da roupa.
Nada contra. Tenho pena que o patriotismo apareça apenas ligado ao futebol. Mas se isso contribuir para o aumento de auto-estima nacional, desfraldemos 7 milhões de bandeiras!
Só uma coisa peço aos patriotas bandeireiros: atentem na bandeira portuguesa.
O verde fica junto ao mastro;
No centro ficam 7 castelos e não pagodes chineses;
Os castelos ficam com as torres viradas para cima.

02 junho 2006

Viva a criança que devia haver em cada um de nós!

Estou um pouco farta dos dias de qualquer coisa. Hoje até foi proposto celebrar o dia do cão. Quando ouvi a notícia pensei que estavam a gozar.
Assim para o ano de 2007 iremos celebrar cá por casa:
- os 6 aniversários
- o dia do pai
- o dia da mãe
- o dia da criança
- o dia do cão
- o dia do gato
- o dia do peixe
- o dia da árvore

nos intervalos das comemorações iremos carpe diem.

A Rosa descobriu uma maneira de divertir a criançada.


Com restos de lã (enquanto o calor deixa trabalhá-la) umas pegas.