31 dezembro 2006

2007

Os nossos melhores dias estão à nossa frente.

Olhar muito para trás não é solução.

29 dezembro 2006

Fim

Viseu, Senhora da Beira...
Do alto da Sé, à luz dos valores do herói lusitano, um olhar critico, independente e exigente sobre as terras e gentes da região de Viriato. Com as referências do passado, as preocupações do presente e a esperança no futuro, olha-se para esta encruzilhada de gentes e vontades beirãs nesta nova dimensão social da Grande Área Metropolitana de Viseu (GAMVIS)...


Um fim que me deixa saudades.
Nestes 2 anos,fui deixando de ler jornais locais, sabia que teria as notícias todas ali, à mão e com humor.
A imprensa local é chata, lambe-botas, conotada com este ou o outro lado. Sem imaginação.
No Viseu, Senhora da Beira, havia opinião pessoal mas com ecos de vox populi, servida com inteligência.

Viseu fica mais pobre. E é pena.

22 dezembro 2006

Boas Festas!


As meias estão a postos.
Aceitam-se prendas.
Pode ser esta carteirinha.

18 dezembro 2006

Contagem decrescente

7, 6, 5, 4, 3, 2, 1, 0

11 cachecois, 3 notebooks, 4 cadernos, 3 gorros, 2 aventais, 2 castiçais e 3 porta-fotos depois, a Grande Noite pode vir.

Falta arranjar a árvore, enfeitar a casa e planear a ceia.



(De que é que me estarei a esquecer?)



Bill Watterson, terminou a série Calvin&Hobbes a 31 de Dezembro de 1995

15 dezembro 2006

Mamã, tu és a flor do meu coração


Flores de papel, restos dos enfeites da festinha de Natal.
As educadoras distribuem uma a cada menino para se oferecerem mutuamente. Às meninas e meninos da sua preferência.
Uma menina oferece à educadora.
O Alex fica com ela na mão. Quando lhe perguntam a quem a quer dar (desconfiando de timidez), diz que é para guardar para a mamã.

E aqui está esta gaja, mãe experimentada e veterana, de sorriso apalermado, a juntar uma flor de papel ao já bem preenchido frigorífico.

Até a educadora (veterana também) estava com os olhinhos brilhantes a contar-me o episódio.

14 dezembro 2006

Mamã, tu és a flor do meu coração


Flores de papel, restos dos enfeites da festinha de Natal. As educadoras distribuem uma a cada menino para se oferecerem mutuamente. À meninas e meninos da sua preferência. Uma menina oferece à educadora.
O Alex fica com ela na mão. Quando lhe perguntam a quem a quer dar (desconfiando de timidez), diz que é para guardar para a mamã.

E aqui está esta melher, mãe experimentada e veterana, de sorriso apalermado, a juntar uma flor de papel ao já bem preenchido frigorífico.

Até a educadora (veterana também) estava com os olhinhos brilhantes a contar-me o episódio.

...

Talejornal da Sic das 20h.
Reportagem sobre uma vigarice perpetrada por uma velhota da 80 e tal anos, com o seu próprio testamento.
No final eu ria tanto, na sala, que vieram todos os filhotes saber o porquê. Não conseguia parar de gargalhar.
Por mim, fazia um abaixo-assinado ao S. Pedro, para condecorar a senhora com a medalha suprema da nação celestial.

A ganância e o o mais baixo instinto da raça humana no seu melhor, ou pior, conforme os ângulos, levou dezenas de pessoas "de bem" a acreditarem numa imensa fortuna vista da janela de um taxi ou dum passeio duma qualquer rua lisboeta.
Fortuna que ele, só ele, herdaria por sua morte.
Enquanto esperavam pela fortuna, foram passando cheques chorudos à velhota, dando-lhe banho, massajando-lhe os pés.
Morreu, placidamente durante o sono, aos 87 anos. Herdaram dívidas e conheceram uma dezena de interesseiros, como eles.

Hilariante.
O melhor do pior
ou
O pior do melhor.

09 dezembro 2006

Este blog já não aguenta mais Floribela

já só sonha com:
apertar-lhe o pescoço;
esgadanhá-la;
rapar-lhe o cabelo;
plantar-lhe um bigode farfalhudo à tuga;
congelar o príncipe e mandá-lo prá Sibéria,
e...
declara-se blog anti Floribela













© Helena Miranda 2006 (daqui)

05 dezembro 2006

Dia de temporal

A NÃO perder!

Gosto particularmente dos slogan das candidatas a ortopedistas:
"Eles podem não ter cérebro, mas pelo menos têm ossos. Siga ortopedia."
"Para uma mulher, nenhum osso é duro de roer. Siga ortopedia."




foto surripiada daqui.

03 dezembro 2006

Contra as TLEBS, marchar, marchar!




Surripiado daqui


Não tem nada a ver, mas apreciem esta joia, este puf maravilhoso.