14 dezembro 2006

...

Talejornal da Sic das 20h.
Reportagem sobre uma vigarice perpetrada por uma velhota da 80 e tal anos, com o seu próprio testamento.
No final eu ria tanto, na sala, que vieram todos os filhotes saber o porquê. Não conseguia parar de gargalhar.
Por mim, fazia um abaixo-assinado ao S. Pedro, para condecorar a senhora com a medalha suprema da nação celestial.

A ganância e o o mais baixo instinto da raça humana no seu melhor, ou pior, conforme os ângulos, levou dezenas de pessoas "de bem" a acreditarem numa imensa fortuna vista da janela de um taxi ou dum passeio duma qualquer rua lisboeta.
Fortuna que ele, só ele, herdaria por sua morte.
Enquanto esperavam pela fortuna, foram passando cheques chorudos à velhota, dando-lhe banho, massajando-lhe os pés.
Morreu, placidamente durante o sono, aos 87 anos. Herdaram dívidas e conheceram uma dezena de interesseiros, como eles.

Hilariante.
O melhor do pior
ou
O pior do melhor.

4 comentários:

Costinhas disse...

O que nós rimos também lá em casa!

A ganância tem destas coisas!

Beijinhos

(e o ar de anjinho daquele "Dr. Zé Manel"?! Coitadinho que só recebeu meio presuntinho, um queijito e umas três garrafitas de vinho.. tadito... :p)

Bekas C. disse...

Que rica história... ela é que sabia!!!
Eu gostei daquela senhora que só se ria...
;)

Pandora disse...

Bem feito para eles todos que queriam o golpe do baú.
Velhinhas ricas assim não andam por aí sem ninguem. Foram todos uma cambada de burros(sem ofensa aos ditos.
Ela sim, viu-se atrapalhada e desenrascou-se.

Anna^ disse...

"Em terra de cegos,quem tem olho é rei!" e o resto é treta!

beijinho