17 maio 2005

Doi-doi

Todas as mães sabem o que é ter um filho pequeno adoentado.
Ficam cabisbaixos, birrentos, sempre a chamar pela mãe.
E nós sem saber muito bem o que lhe fazer.

Mas sabem o que é ter uma filha adulto-adolescente doente?
Nem vos digo nem vos conto!!!

Mãiiiii!

8 comentários:

AnaBond disse...

E um marido? iihihihi também fica bem complicado.

As melhoras.

(não sei qts filhos tens, para te colocar bem colocadinha na minha listinha novinha do meu bloguinho ;))

Raquel V. disse...

LOL imagino... as filhas adolescentes só se recordam do tempo em que estavam doentinhas e era papinha e mariquices e ainda por cima dp começam a lembrar-se tb que n vai haver passeata c os amigas para falar daquele rapaz "tãooooooo giro" e já sabem explicar melhor (mas mesmo muito melhor) o que lhes dói...
De truz... imagino ;) bem via o meu mano (q como homem que é estava sp nas últimas e era um desgraçado e ai q nc tive isto).

Com o ex era de morrer a rir... ai que me cortei, ai que n vieste acudir-me e agora q faço e és mesmo egoísta...
(um daqueles cortezinhos no dedo...) ;)


beijão

Catarina disse...

Olá linda Eva.
Antes de mais, deixa-me dizer-te que Adoro o teu nome, adorava ter uma Eva, mas acho que não consigo convencer o pai ;) portanto quando chegar a altura, temos de chegar a um acordo :)
Em relação aos filhos crescidos... prefiro não pensar nisso amiga, prefiro deixar os dias correr à velocidade normal, sem pressas e desfrutar do melhor que a vida me deu: o amor de todos aqueles que amo.
Beijos grandes Eva.

Anónimo disse...

Adorei o seu blog,li todinho de uma ponta a outra.
Gostei muito e já está nos meus favoritos
Gabriela
Eduardo
Guilherme

Caínha disse...

Sei. Ás vezes são momentos em que se refazem os laços, em que elas se voltam a aconchegar no colo. Se a doença não for grave, até sabe bem.

Raquel V. disse...

Eva... já te agradeci o que me escreveste? Já? Já? Acho que não...
Mas posso dizer que foi importante!

*

Tão só, um pai disse...

... pois então, muitas melhoras para a "crescidinha", e calma para a mãezinha ... não sei o que é, mas calculo o que seja ...

Inlifetime disse...

Solidareidade aqui lhe deixo! Paciência q.b. e muito mimo....!Logo, logo estará melhor!Aproveita e faz com ela o que no dia-a-dia normal nem sempre é possivel!