28 maio 2008

Desta Primavera sem início à vista

Ou será Verão?
Estou farta de chuva (ao contrário da Rita), da dor nos ossos (da humidade, não da velhice), dos meus morangos doces a apodrecer, dos guardas-chuva perdidos, dos directos de tv da selessum, enfim, do meu mau humor.

Os filhotes pequenos crescem, também rasgam as calças e não há conjuntura para roupa nova. Vamos lá a reciclar, aproveitando o que a casa tem ou que as tias, emprestadas, oferecem.

Calças da Teresa que se esqueceram de crescer com ela.Apliquei tecido de ganga beje e galão da Rosa.



Calças rosa (curtas, muito curtas) com galão e espiguilha



Túnica que a T. se recusou a vestir para a foto com desculpa do frio. Fica-lhe bem.

5 comentários:

Mamã Martinho disse...

Fazes tu se não bem, em aproveitar o que tens! Os miudos crescem depressa demais e para as miudas fazer algumas alterações dessas resultam sempre muito bem!
Eu normalmente aproveito as calças do Fábio de verão de um ano para o outro, quando ainda lhe cervem na cintura, dobrando as bainhas para fora. Ficam umas calças curtas!

Bjs

Mónica

LP disse...

Que jeitinho! Eu até me podia aventurar e aproveitar algumas ideias mas não me parece que os meus filhOs fossem gostar ;)

aos meus olhos disse...

Pena as mais velhas não alinharem comigo nestas coisas... Mas também têm uma tia (verdadeira) que me dá um jeitão!!! Agora para a mais nova, também faço os meus arranjinhos, e ela fica toda gaiteira!! Adora!!
Bjito grande
ana

Eu disse...

Reciclar é o que está a dar! pena eu não ter jeitinho nenhum... vou reciclando de outras formas!

Carla O. disse...

E é nestes momentos que eu tenho muita pena de não ter jeitinho nenhum para costura... mas nenhum mesmo :S
É que eu e as artes manuais é uma desgraça :(
Beijocas