29 outubro 2006

Eu, tu , eles e a TV

Tal como a Rita tenho uma luta antiga com a TV nas escolas.
Com estes anos todos de mãe já é mais uma guerra. Aberta.

Começou há 17 anos com a entrada da Marta no Infantário. Sempre que a educadora de ausentava as auxiliares prantavam os meninos frente à televisão. Com cassete de videos infantis ou com os programas dos 2 canais televisivos existentes na época. Sem critérios.

A primeira vez que coloquei timidamente (como mãe de primeira viagem) a questão numa reunião, fui bombardeada com pérolas do género: "assim ao menos estão sossegados", "assim não se sujam", "até dormem melhor - como em casa"... A TV tinha sido comprada no ano anterior, com o dinheiro duma tômbola organizada pelos pais (por sugestão das educadoras!!!).
Engoli em seco, mas fui dizendo que talvez fosse melhor só os filmes. Não me ligaram nenhuma. Forasteira armada em engenheira!

No ano seguinte entra o André, no mesmo Infantário, para outra sala.

Um dia fui buscá-los mais cedo e encontro a sala dele a ver, com a educadora e auxiliares, a telenovela brasileira do canal 1. Mandei a boa educação às urtigas. Falei alto e em bom som. Queixei-me à direcção da escola. A televisão foi retirada das salas lectivas, foi para a sala do ATL.
Tal como à Rita, as funcionárias passaram a falar enviesado. Algumas mães idem. Outras que nunca me tinham falado, passaram a falar e dar palmadinhas.

Na escola primária dos mais velhos não havia antena de televisão e o aparelho servia apenas para verem filmes educativos.

Quando a Teresa foi para o infantário verifiquei que havia televisão no espaço comum, que serve também de ATL. Fui acompanhando que não era usada nos tempos lectivos. Mesmo no ATL era usada mais para passar filmes.

Na escola primária há tv no ATL, onde encontrei, na semana passada, um enooorme poster da Floribela! Perto dos crucifixos que teimam em manter pelas salas de aulas e corredores.
Outra das minhas "birras". Por que tenho que ter crucufixos nas escolas públicas? Supostamente laicas? Nunca me responderam, mas mantêm-se. Dois anos depois de ter colocado a questão...

No infantário do ano passado do Alexandre a questão TV tinha que vir à baila. Aqui havia aparelhos em todas as salas e tv cabo paga pela Associação de Pais. Durante todo o ano tentei, em todas as reuniões, forcei como membro da direcção da dita Associação, que, pelo menos deixassem de pagar a assinatura da tv cabo. A presidente da Associação nunca a chegou a cancelar!
Porquê? As educadoras achavam os programas do Panda muito educativos!!!!

Este ano o Alexandre está noutro infantário. O mesmo que frequentou a Teresa. A TV mantém-se só no ATL e, pelo que vi até agora, com filmes e pouco ligada.

Com a experiência (ou será da idade?) já não tenho pachorra para me calar.
Falo alto.
Incomodam-me estas merdices.
Cada vez mais me convenço, que um dos maiores problemas nacionais é precisamente esse.
Calamos.
Consentimos.
Demasiadas vezes.

7 comentários:

Costinhas disse...

É por isso que uma das características obrigatórias na escolha da escola da Joana, foi mesmo a não utilização da televisão para ocupar os tempos "mortos" do final do dia em que eles ficam à espera dos pais.

Lá têm sempre uma educadora e uma auxiliar com eles que os mantém activos com as brincadeiras que eles escolherem.

A televisão existe mas é usada em situações excepcionais, como instrumento de trabalho e não de distração para descansar o pessoal educativo.

beijos

Anna^ disse...

Felizmente nunca tive esse problema e na hora de o ir buscar,vinham sempre a pingar e todos "borrados"...e de tal maneira cansados q depois do banho refrescante ainda dormitavam um bocado...ahhhhhh e vinham com um ar tãoooo feliz :)

Mas tens razão,somos um país de,por um lado gente q n quer ter muito tabalho e por outro gente excessivamente benevolente!

beijinho e uma boa semana.
ps-estou á espera de mail teu :P

aos meus olhos disse...

Por acaso durante todos estes anos de escolas de todas 3, nunca tive esse problema, devo ter chegado entre todas, umas duas ou três vezes em que estavam na TV (e já ando nisto há quase 15 anos). Estão sempre ocupados com actividades, parecem uns pintos quando chegam ao pé de nós. Nada que um bom banho não resolva.
Bjitos
ana


(obrigada)

Bekas C. disse...

Fazes tu muito bem em protestar contra aquilo que achas errado! Houvesse mais pessoas assim e tinhamos um país bem diferente...

No infantário da Sofia também há só uma televisão que está na sala de acolhimento (7.30 - 830)e aí tolero...são muitas crianças juntas e só uma auxiliar e,lá está, dá jeito entrete-los com a tv.
Há uns anos, ainda na altura que a Francisca frequentava o infantário, na mesma semana foram umas quantas vezes à sala da tv ver filmes até que tive que perguntar à educadora se não era televisão a mais. Nunca mais foram.
;) Jokas

alexandra disse...

oh Eva como é refrescante ler este texto. Do pouco tempo que a Gui esteve num infantário em Portugal, todos os dias eu vinha ferver de lá e nunca nunca consegui apoio de nenhum dos outros pais quando apontava algo que eu considerava errado. Na realidade os pais não queriam criar "problemas" porque sabiam que quem sofreria represálias seriam os meninos e dada a inexistência de alternativa para os deixar durante as horas de trabalho... tudo era aceite. Não existia um único pai na sala da Gui que se procupasse em saber se na realidade existia um projecto educativo a ser implementado.Foi com alivio que a retirei de lá quando viemos para Timor porque estava consciente de que mais cedo ou mais tarde o verniz estalaria...

Rui Martins disse...

mas as coisas estão a mudar... os portugueses estão a conquistar para si uma consciência cívica nova, como testemunham o aumento dos numeros de reclamações no IC e na DECO... Talvez seja esse civismo (a velha Paideia dos gregos...) que o Salazarismo, a Inquisição e o Ultra Cristianismo abafaram desde a nossa Baixa Idade Média e que agora vem, enfim, à superfície...

espero eu!

Carla O. disse...

Mais uma vez acho que tens razão :)
E eu acho que tb não iria aturar uma situação idêntica no colégio dos meus filhos - tv em todas as salas? Tv cabo?
No dos meus há uma tv no ginásio, em armário fechado, e apenas abre para filmes educativos ou dos outros mesmo no final do dia, ou nos dias da piscina para os que não podem ir nesse dia.
Beijinhos nossos
(deixei-te mensagem na loja!)