01 novembro 2005

Ena tanta bruxinha!!!!


Na aldeia da minha mãe,nas Terras do Demo - como lhe chamou Aquilino Ribeiro - a norte de Viseu, neste dia, os fornos comunitários coziam pão (broa) o dia todo e dava-se a quem pedia "pão-por-deus". Originalmente eram as crianças das famílias pobres que pediam.
O meu avô explicou-me que era uma maneira de alimentar o espírito dos nossos mortos.
Como ateu vejo aqui, claramente, resquícios pagãos.

Detesto a maneira como tudo serve para apelar ao consumismo desenfreado. Mais ainda as hordas que atacam os centros comerciais todos os feriados e fins de semana. Será que essa gente não sabe que é possível passear noutros sítios?

4 comentários:

Sandra disse...

Na minha terra também iam ao pão por Deus. Nunca tive coragem de ir, tinha a sensação de andar a pedir esmola. Paranóias.
Já aprendi uma receita bem fixe de uns biscoitos que vou experimentar fazer lá em casa.;)

TMara disse...

k lindo Bando de bruxinhas. fabulosas. Bjocas e bom feriado

AnaBond disse...

eu acho o máximo os miudos poderem vestir-se assim...

e no ano passado fiz uma festinha em casa para a famelga... sem consumismos.
este ano não pud€mos, mas para o ano quero ver se posso...

Raquel V. disse...

Bom, os miúdos divertem-se que nem uns perdidos!