02 agosto 2007

Toma lá que é socrático

Ainda com areia no biquini levo com esta de chofre.
Depois de ontem à tarde a directora do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), Dalila Rodrigues, ter inaugurado com êxito a exposição "Tapetes em Portugal", a tutela chamou-a hoje de manhã para lhe comunicar que não seria convidada para nova comissão de serviço.
Dalila Rodrigues não foi demitida por ser incompetente, por não apresentar trabalho. Foi afastada por ter opinião, por não se limitar a ser "yesman", por não dizer amén e deixar seguir a festa. Ou o Tacho.

10 comentários:

mãe disse...

Pelo contrário, até parece que a sra era bastante competente... pelos vistos também nos lugares de topo interessa mais ser amiguinho da chefia do que desenvolver um bom trabalho (o que às vezes até não interessa mesmo nada, pelo contrário).
Emfim, politiqueicezinhas de m(erda). O pior é que alastra da política para mentalidade geral.

aos meus olhos disse...

Olá Eva querida, e essas férias??!!
Pois, eu sou da opinião de que voltámos ao tempo da outra senhora (antes de Abril de 74) "ou sois por nós ou levais por tabela",
Isto está lindo. Se eu tivesse um lugar em que tivesse que lamber botas estava tramada, nunca me calo.
Bjito e bem vinda com forças retemperadas (ou mais cansada ainda?)
ana

carla disse...

Olha querida hoje em dia ninguém pode ir contra as ideias dos superiores...não sei onde é que este país vai parar!!!

maria disse...

realmente....
enfim..

bjnho

Joana disse...

Estamos a viver uma ditadura escondida (será?) e se não fizermos nada em breve vai ser de gritos!!

aos meus olhos disse...

Hoje sou eu que venho convidar-te a participar num joguinho, vê o resto no meu "estaminé". As férias já acabaram, não??
Bjitos grandes
ana

aos meus olhos disse...

Olá Eva,
(eu novamente), apenas tens que fazer o mesmo: passar a mais 10!
Bjito

mãe disse...

(olha, privatizei o blog. Se quiseres continuar a ler-nos, manda-me um mail)
beijo

Brikebrok disse...

E a exposição dos tapetes é deveras interessante. A minha filha até fez um atelier de verão lá no museu no âmbito da exposição e gostou também muito.

Etarra disse...

As directrizes são para cumprir.
E a Dalila não cumpriu. Esqueceu que existe no ministério da cultura, como em qualquer instituição ou empresa, uma hierarquia que quer contar com a confiança de todos os funcionários para a implementação das suas politicas. Neste caso culturais.
Ora a Dalila não se enquadrava.
Por isso foi demitida. Eu se fosse o seu superior hierárquico faria o mesmo. E de nada vale a intervenção quer do Acabado Silva quer do Marques "baixinho" Mendes.
Eles até sabe do assunto, pois já fizeram coisas parecidas.