14 dezembro 2005

Presidenciais

Nunca tive tanta dificuldade em decidir o meu voto!
O naipe de candidatos espelha bem o beco de sentido único em que este país se encontra.
Duas cassetes de pose simpática, um avozinho culto, um pau de vassoura com a simpatia de quem acabou de chupar um limão e... um poeta.
Valha-nos ao menos esse, um bom poeta.
E se não passa à segunda volta em quem voto?
Nesse dia vou recitar a "Trova do vento que passa" prás bandas de Espanha.


Os debates também não têm ajudado, só me dão sono.

Ó balha-me deus e a santa maria da agrela

6 comentários:

AnaBond disse...

eu não faço ideia também.... e nem debates vejo porque não tenho tempo e quando tenho não tenho paciência...

Anna^ disse...

Continuo a achar que este País está muito mal servido de politicos decentes...perdem demasiado tempo a falar mal uns dos outros em vez de fazerem uma campanha construtiva;Parece-me que para alguns será apenas o trunfo para uma reforma de reizinho...neste caso de presidente!
Haja paciência!

bjokas ":o)

Carla O. disse...

Isto desta vez está mesmo difícil... também ainda não me decidi. E confesso que já não tenho pachorra para os ouvir naqueles debates sem sal.
Beijos,
Carla e piscos

Raquel V. disse...

Bem verdade, os debates são uma seca mesmo! Tentei ver e desisti!

Entretanto e como não vou votar (ai q politicamente incorrecto) ainda assim não queria o que vai ganhar!


BJ

Angel disse...

Ola Eva...queria te agradecer a visita lá no meu blog e te dar os parabens pelo talento com os bonecos...são perfeitos!!
Amei todos, em especial aquele bonequinho de neve...fofo demais!!
Um beijo do outro lado do Atlantico para ti
Angel

Mãezite disse...

Também estou na mesma.
Tali quali!
Acho que voto em branco.